A auto-sabotagem pode ser vista por outro olhar?

E então tem uma idade que você acredita que tudo é possível, e de forma impressionante tudo o é.
Alguns gênios tem a habilidade de manter seus sonhos assim, como crianças... Perseguem seus sonhos como se tudo fosse possível, e ali está! Eles se tornam reais. Eles acontecem!

Por muitos anos fiquei buscando modelos de como poderia fazer melhor as coisas, que palavras usar, quais técnicas, que profissional devo ser... Mas hoje qualquer coisa,  a mais simples que você imagine, me impulsiona a ser cada vez mais o que sou. Tenho descoberto que todos somos geniais e preparados para fazer coisas brilhantes. O grande problema é que nos esquecemos disso é caímos na vida adulta, na vida real... E tudo fica chato, cheio de prazos, de valores, de características altamente dispensáveis para qualquer inteligência humana. 

Percebi que se quero fazer um novo projeto, basta me conhecer mais um pouco e notar quais elementos em mim, me levam para a realização daquilo. Casamento, amigos, comprar um carro, construir uma casa... Tudo, absolutamente tudo só funciona com perfeição quando fazemos um caminho para dentro de nós, aí surge algo genial, algo fantástico. Enquanto ficamos caminhando para fora, continuaremos insatisfeitos com aquilo que não conseguimos e desejaremos exatamente o que nos falta... E que por vezes se torna impossível conseguir... 

Projetar prazer e felicidade em algo, talvez seja um dos pontos mais significativos para nossa própria compreensão sobre nós mesmos.


Tenho visto dicas e receitas mágicas para superar a auto-sabotagem... O que tenho percebido é que nossa mente cria esses mecanismos para nos proteger... Há muita auto-sabotagem em sua vida? Tome isso como um grande convite para refletir sobre o que você está fazendo, quais escolhas fez nos últimos anos. Como você se vê daqui a alguns anos com as escolhas que você está fazendo hoje? Isso te agrada? Essas são perguntas que fazem você redirecionar sua energia, e perceber que podemos fazer atividades agradáveis na nossa vida, e não apenas vivê-la mecanicamente.

Costumo lembrar de um poema de Francisco Otaviano que nos diz assim: 

"Quem passou pela vida em branca nuvem
E em plácido repouso adormeceu,
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu,
Foi espectro de homem, e não homem,
Só passou pela vida, não viveu."

Li esse poema quando tinha 12 ou 13 anos, e hoje tenho uma compreensão muito diferente dessa leitura, penso que Sartre tinha razão quando nos dizia: "A existência precede a essência". Nos tornamos algo essencialmente pelas escolhas que fazemos, inclusive como escolhemos agir nos momentos de dificuldade que Francisco Otaviano preferiu chamar de sofrimento e desgraça.

Divido minhas reflexões meio sem rumo com vocês, torço para que um dia vários desses meus pensamentos estejam em um livro, pois esses caminhos que tenho trilhado me trazem água, descanso e a certeza que estou chegando cada vez mais perto de mim mesmo, de me tornar aquilo que sou, com todas as potencialidades de ser melhor. E cada texto desse é um convite para que você tome a lanterna, a coragem e faça seu caminho também.

Forte Abraço,
Adamo X. Brasil

Comentários

  1. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏 E assim também vou eu... Na descoberta maravilhosa de mim.. 😍😍😍

    ResponderExcluir
  2. Até parece que o texto foi escrito para mim. Excelente texto!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sucesso! Por Adamo Brasil

Hipnose Clínica

Como nos sentimos?